sábado, 27 de junho de 2009

Páginas de Vida


4 comentários:

Margarethe Boesing disse...

Encantada com sua Arte,, deixo-te
meus PARABÉNS e
abraço

Margarethe Boesing

Alice disse...

Para além do orgulho de te ter como amigo, sinto uma gratidão imensa, por nos presenteares com todas estas cores e formas, de tal modo que sinto os olhos lavados e quase molhados com tanta beleza...
Parece que as tuas mãos se aperfeiçoam ainda mais, à medida que o tempo passa.
Nunca desistas! Alice

Manuel Lopes disse...

Na perpétua marcha do tempo este quadro identifica diferentes gerações que lhe dão continuidade, qual semente que se renova nas marcas de cada ser humano, seja no calçar, no vestir, no pintar ou no sorrir.
Qual Livro da Existência, a vida de cada um faz parte de um todo infinito, sem Princípio nem Fim (tal como nos é dado compreender), qual folha integrada e solidária desse Livro onde cabem todas as heranças recebidas e as influências de cada um no seu tempo, quais Raízes enterradas que em cada ciclo da Natureza irrompem à superfície vicejantes.
Manuel Lopes

Anónimo disse...

Gostei francamente dos trabalhos expostos. No entanto, porque julgo que nos conhecemos, gostaria de confirmar: José Coelho é o mesmo que esteve no N de Angola de 70 a 72? Tocava guitarra na banda do bcaç2910?
Gostava muito de confirmar, agradeço a resposta para o e-mail: luiscfernandes48@sapo.pt Obrigado.